domingo, 26 de fevereiro de 2012

[Referência Literária do Dia] Equilibrium



Equilibrium é um filme ficção científica feito em 2002. O filme, estrelado pelo ator Christian “Língua Presa” Bale, conta a história de um estado totalitário, construído após uma 3ª Guerra Mundial, denominado de Líbria, controlado por um sujeito chamado de Pai, o qual só aparece para as pessoas por meio de telões espalhados pela cidade.

No filme, as pessoas são proibidas de terem emoções, já que as emoções seriam a causa de todos os problemas da humanidade. Para tanto, fazem uso de um droga chamada Prozium (palavra formada pela mistura de Prozac com Lithium. É sério), que regula as emoções humanas. Além disso, como forma de se evitar o aparecimento de qualquer tipo de emoção, existe um grupo de polícia especializado em queimar qualquer tipo de obra de arte, já que elas seriam capazes de nos fazer sentir emoções. Em suma, o enredo do filme é uma grande mistura dos livros 1984, do escritor George Orwell e Fahrenheit 451, escrito por Ray Bradbury.

Além dessas referências, existe uma outra bem legal no filme. Logo no início, o personagem do Christian Bale descobre que o seu parceiro, interpretado pelo ator Sean “Só sirvo para ser morto” Bean está sentido emoções, e por isso deve ser exterminado. Na cena de sua morte, o ator aparece lendo o belíssimo poema He Wishes for the Cloths of Heaven, do poeta irlandês William Butler Yeats:


Falando nesse poema, a banda curitibana Beijo aa Força fez, em português, uma versão musical dele que ficou muito boa. Vale muito a pena conferir:

 

Sem comentários:

Enviar um comentário